quinta-feira, 12 de março de 2009

Fotojornalismo brasileiro ganha prêmio internacional



O jornalista Luiz Gonzaga de Vasconcelos, fotógrafo do jornal A Crítica, de Manaus (AM), ganhou o prêmio World Press Photo 2008, na categoria Notícias Gerais, com a fotografia acima, de uma índia da etnia sataré-mawé tentando impedir a desocupação de um terreno na zona rural de Manaus.
O World Press Photo é um dos prêmios internacionais mais concorridos e foi criado por fotojornalistas no ano de 1956, em Amsterdã, na Holanda. Vasconcelos é mais um brasileiro contemplado na categoria Notícias Gerais. Em 2004, José Francisco Diório, do jornal O Estado de S.Paulo, foi premiado com a fotografia de um incêndio na Favela Buraco Quente, em São Paulo. Sebastião Salgado foi vencedor na década de 80.
A fotografia de Luiz Vasconcelos foi publicada em 10 de março de 2008. Outra imagem desse mesmo conflito captada por Vasconcelos havia vencido, em outubro passado, a categoria Fotografia, do 30º Prêmio Jornalista Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, promovido pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo.
Ao Unidade, jornal do Sindicato dos Jornalistas, Vasconcelos contou que a PM do Amazonas cercou o terreno no Bairro do Tarumã, que era ocupado por um grupo de sem-teto, com índios de várias etnias: "Os índios começaram a correr. Quem não corria era agredido ou preso". O World Press Photo 2008 teve 96.268 fotografias inscritas por 5.508 profissionais. A entrega dos prêmios ocorre no dia 3 de maio em Amsterdã, na Holanda.

Um comentário:

  1. Nossa, o ditado que uma imagem vale mais que mil palavras é egemonico mesmo. Nesta foto podemos criar varios esteriótipos em nossas mentes... ass: Cleiton Galhardo

    ResponderExcluir