segunda-feira, 22 de junho de 2009

Fim do diploma 9: imitando o blog da Petrobrás

Citei, aqui nesse espaço, a iniciativa da Petrobrás em manter seu blog corporativo divulgando, na íntegra, as entrevistas concedidas aos veículos de comunicação, mesmo antes de sua divulgação/publicação.
Escrevi, na ocasião, que a iniciativa, vista sob o ponto de vista de ferramenta institucional, era perfeita (embora para os veículos de comunicação ele "fure" o princípio básico do jornalismo investigativo).
Valho-me desta ideia (de me preservar) para reproduzir, abaixo, uma entrevista concedida via e-mail à aluna Carol Ferretti, do 5o. semestre de Jornalismo do UniToledo, sobre o fim da obrigatoriedade do diploma de jornalismo, imaginando que, ao final de dias da entrevista, seu conteúdo já tenha sido melhor explorado pela aluna/jornalista e, assim, portanto, eu não esteja ferindo seu direito de divulgar primeiro a informação.


01) Com a queda da obrigatoriedade do diploma, como ficarão os estudantes de jornalismo no mecado de trabalho? E aqueles que pretendem fazer o curso de
jornalismo?
OS FORMADOS EM JORNALISMO TERÃO MAIS CHANCES NO MERCADO DE TRABALHO PORQUE ESTARÃO MAIS HABILITADOS. QUEM PRETENDE FAZER O CURSO TERÁ MAIS CONHECIMENTOS.

02) Você acha que o número de interessados pelo curso irá reduzir?
O PUBLICITÁRIO É UM PROFISSIONAL QUE NÃO PRECISA DE DIPLOMA PARA TRABALHAR. NO ENTANTO, O CURSO DE PUBLICIDADE É O MAIS CONCORRIDO EM VESTIBULARES COMO O DA FUVEST. ASSIM, PENSO QUE NÃO É O DIPLOMA QUE LEVA O ESTUDANTE PARA O CURSO. NÃO VEJO PORQUE O NÚMERO PODE DIMINUIR.

03) COm a queda da obrigatoriedade do diploma o número de interessados no mercado aumentará, qual o critério de seleção você acredita que utilizarão para selecionar os profissionais?
PREFIRO PENSAR QUE SERÁ O CRITÉRIO DA QUALIDADE. E AÍ OS DIPLOMADOS TÊM VANTAGENS.

04) Caso o estudante queira ser indenizado pela faculdade, ele será reembolsado?
NÃO HÁ CHANCE NENHUMA.

05) Mesmo onde a obrigatoriedade do diploma não existe, como em países europeus, cresce o número de escolas de jornalismo por que?
PORQUE AS PESSOAS SABEM QUE NÃO BASTA ESCREVER BEM PARA SER JORNALISTA. É PRECISO CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS E TÉCNICA, MUITA TÉCNICA.

06) Se nós, jornalistas, somos as pessoas que informam o mundo todo sobre os
fatos e os acontecimentos, por que nos tiraram o "mérito" de jornalistas?
NÃO NOS TIRARAM O MÉRITO. CONTINUAMOS JORNALISTAS COM DEVER SOCIAL DE INFORMAR OS CIDADÃOS PARA FORMAR SOCIEDADES MELHORES. O QUE O STF FEZ FOI JULGAR A OBRIGATORIEDADE DO DIPLOMA QUE, SEGUNDO OS MINISTROS, FERE A CONSTITUIÇÃO.

07) Na atual conjuntura, depois da queda da obrigatoriedade do diploma, na
sua opinião, qual o objetivo do curso de jornalismo?
O DE SEMPRE, PREPARAR O PROFISSIONAL PARA ATUAR NO MERCADO DE TRABALHO COM
HABILIDADES ESPECÍFICAS, TÉCNICAS, CONHECIMENTO E ÉTICA.

08) Deseja acrescentar alguma informação?
SIM. AGORA É A HORA DE PROVAR QUE QUEM TEM DIPLOMA É MELHOR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário