segunda-feira, 8 de junho de 2009

Para que serve um blog? A Petrobrás responde...

Caríssimos, há novidades no ar. A Petrobrás acaba de descobrir uma ferramenta poderosíssima para garantir a sua imagem na mídia. Analisando o caso sob o ponto de vista da comunicação organizacional, seu blog Fatos e Dados é simplesmente perfeito. Por outro lado, analisando a questão sob o prisma dos veículos de comunicação, a situação não é bem assim. Leia o texto abaixo, reproduzido do site Comunique-se, e depois comente.

Blog da Petrobras cria polêmica entre jornalistas

Da Redação do Comunique-se


O blog institucional da Petrobras, Fatos e Dados, lançado no dia 02/06, tem sido alvo de críticas de jornalistas. A página tem publicado diariamente esclarecimentos, com as perguntas dos repórteres e as respostas dadas aos profissionais.

Veículos como O Globo e Folha de S. Paulo criticam a estatal por vazamento de informações, porque as respostas têm sido postadas antes da publicação das matérias nos jornais. Para a Petrobras, a publicação das perguntas e respostas não é ilegal porque as informações são publicas.

“A companhia entende que não houve quebra de confidencialidade ou ilegalidade na publicação das perguntas e respostas enviadas aos jornalistas (...) a relação entre a Petrobras e os veículos de comunicação que a interpelam é essencialmente pública (...) Tanto as respostas da Petrobras são públicas quanto as perguntas dos repórteres também o são, ou deveriam ser”, informa a estatal em seu blog.

A Petrobras diz que a página foi criada para apresentar dados e fatos recentes sobre as políticas da empresa e a posição sobre a CPI, além da publicação na íntegra das respostas aos questionamentos feitos pelos jornalistas.

"Guerra à imprensa"
No texto do blog de Reinaldo Azevedo, da Revista Veja, É hora de desprivatizar a Petrobras, o jornalista afirma que empresa decidiu “declarar guerra à imprensa” e que se trata de “manobra espúria” da companhia.

O jornalista Luis Nassif rebate em seu blog a acusação do O Globo de que a Petrobras estaria vazando as informações da imprensa. No post “O fim da era das perguntas em off” ele diz: “Depois de abusar de declarações em off, a imprensa começa a trabalhar o conceito das perguntas em off, uma inovação extraordinária.(...) Usar dossiês pode, divulgar grampos pode. Mas divulgar perguntas e respostas destinadas a matérias supostamente publicáveis não pode".

Procurada pelo Comunique-se, a Petrobras afirmou que continuará publicando seus esclarecimentos e respostas aos questionamentos dos jornalistas no blog, e que sempre que responde aos repórteres publica em seguida as respostas na íntegra em sua página.

Nenhum comentário:

Postar um comentário