segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Como cair em descrédito


Os jornais, emissoras de TV e sites foram enfáticos nos últimos dias: A Miss Brasil, Larissa Costa (Rio Grande do Norte), era uma das favoritas para o título de Miss Universo, concurso disputado ontem (domingo) à noite em algum lugar paradisíaco do mundo com transmissão ao vivo por uma emissora de TV brasileira.
A morena bonita estava empatada com a Miss Indonésia em pesquisa realizada pela internet. Foram chamadas de capa, matérias em programas de rádio e TV, fotos e mais fotos, entrevistas em sites, e ao final, a Miss Venezuela levou o título. Certo está o código de ética dos jornalistas na Alemanha. O que não é fato, não é notícia, é especulação. É por estas e outras que cada vez mais nossa profissão cai no descrédito...

6 comentários:

  1. ::: Assino embaixo, Ayne. Acompanhei essas "notícias" e depois fiquei boquiaberto com o resultado...

    ResponderExcluir
  2. Que coisa! Aqui tudo é notícia e tudo pode virar espetáculo.
    Sobre o descrédito da profissão..pena que todos nós pagamos a conta, né?
    Como diz uma amiga...triste fim!
    Abraço Ayne

    ResponderExcluir
  3. A nossa profissão se resume em dar a informação, você fica sabendo do "fato", é obrigação apura-la para ver se é um FATO mesmo, se não for, é especulação, e especulação não é informação. Simples, fácil e básico.

    ResponderExcluir
  4. Jornalismo Nelson Rubens é coisa de quem não tem conteúdo.

    ResponderExcluir
  5. Mas ela não ganhou???!!! Que pena. Quero uma indenização dos órgãos de imprensa que publicaram essa "notícia", pois eu fiquei ansioso e isso é um dano moral. Eu sofri com isso! (risos)

    ResponderExcluir
  6. Eita Maurício, o abalo foi tão grande assim?
    Hehehehehe

    ResponderExcluir