terça-feira, 8 de setembro de 2009

Cinema: Para entender o 11 de setembro

Por Barbara Franchesca Nascimento
da Assessoria de Imprensa do UniToledo


Nos dias 8, 15, 22 e 29 de setembro, o Sesc Birigui e o DCE (Diretório Central dos Estudantes) João Amazonas, em parceria com o UniToledo, apresentam uma programação especial sobre os atentados terroristas de 11 de setembro, nos Estados Unidos, na terceira edição do projeto “A Hora do Ócio”. As sessões são gratuitas e ocorrem todas as terças-feiras, a partir das 22h, no Laboratório de Rádio do UniToledo.
Produzido por 11 diretores, o programa “11 de Setembro” trará aos estudantes a visão independente de cineastas de diversas culturas sobre um dos acontecimentos que marcou o início do século XXI. Para a programação, foram selecionados apenas os trabalhos de quatro diretores: Sean Penn (Estados Unidos), Samira Makhmalbaf (Irã), Amos Gitai (Israel) e Ken Loach (Inglaterra).
Na abertura do projeto, o trabalho de Sean Penn mostrará a influência das consequências do desaparecimento dos gigantescos edifícios na vida de um velho viúvo. No dia 15, as diferenças econômicas e culturais entre os Estados Unidos e o Afeganistão, apresentadas por meio do relato de uma professora às crianças afegãs, será o tema do trabalho da jovem diretora Samira Makhmalbaf.
O filme do israelense Amos Gitai contrapõe o terrorismo político ao terror exercido pelas mídias sobre esses eventos no dia 22 de setembro. A última sessão do mês, no dia 29, apresentará o trabalho do inglês Ken Loach, que contextualiza o 11 de setembro nos Estados Unidos com o golpe de Estado chileno, que derrubou militarmente o presidente eleiro Salvador Allende, em 1973.

Nenhum comentário:

Postar um comentário