segunda-feira, 2 de março de 2009

Escola de cidadania

O Leandro Salvador é um destes seres que querem melhorar o mundo. Estivemos juntos em um módulo do mestrado na PUC, em São Paulo, e ele ainda me contempla com boas novidades que agora passo a dividir com vocês.
Vejam este curso, que interessante...


Curso de extensão universitária de Formação de Governantes e Dirigentes Públicos promovido pela Escola de Governo (unidade São Paulo) em parceria com a Universidade de São Paulo.
O que se pode aprender? Gestão pública; ética; valores republicanos e democráticos; planejamento de longo prazo; meandros, armadilhas e bastidores do poder. Importante: não é o tipo de formação que se costuma ter nos bancos escolares e universitários convencionais.

Informações: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE FORMAÇÃO DE GOVERNANTES

INSCRIÇÕES ABERTAS

Para os CURSOS:

I - " FORMAÇÃO DE GOVERNANTES E DIRIGENTES PÚBLICOS "
(ANUAL – 11 parcelas x R$220,00)

II - " FORMAÇÃO CIDADÃ "
(SEMESTRAL – GRATUITO)


INSCRIÇÕES
Através do site :
www.escoladegoverno.org.br


Outras informações, na Secretaria da Escola:
Tel. (11) 3256-6338 – das 14h00 às 18h00, de 2as às 6as feiras

Curso de Jornalismo: Vem novidade por ai

Esta notícia me chegou por um colega virtual, o Yoham. Divido-a com vocês por entender que, mesmo no início das discussões, todos nós precisamos estar informados sobre o que pode acontecer no nosso meio. Aliás, o que esta comissão do MEC deseja criar agora não é nada surreal. Ao contrário, é o que o mercado de trabalho está precisando, e nós, professores, já estamos adiantando isso há anos. Mas quem será que ouviu?

Comissão do MEC busca formar jornalista multimídia

20/02/2009 |

Redação
Coletiva.net

Formar um jornalista multimídia é o novo objetivo do Ministério da Educação (MEC). A primeira reunião da comissão do órgão, criada para definir as novas diretrizes do curso de jornalismo, aconteceu nesta quinta-feira, 19. De acordo com o presidente da comissão, o professor José Marques de Melo, a meta é formar um jornalista que atenda a todas as exigências da atualidade. Melo ressalta a importância de um profissional que tenha habilidades nas mais diversas plataformas: impresso, TV, rádio e internet. “O currículo em si é uma identidade de cada universidade”, afirmou.

O professor ainda fala da possibilidade de o jornalismo se tornar um curso autônomo, independente da Comunicação Social. “Voltaremos às origens dos cursos de jornalismo criados nos Estados Unidos. Entender o jornalismo como um curso de Comunicação Social é um equívoco histórico”, afirma.

Três audiências públicas foram marcadas para debater o tema. Em março, o Rio de Janeiro recebe a comissão para conversar com as universidades. A segunda audiência será no mês de abril, em Recife. Os integrantes da comissão debaterão com os profissionais de mercado. Em São Paulo, acontece a última audiência, no mês de maio, destinada a debater o assunto com a sociedade em geral.

Fazem parte da comissão Alfredo Vizeu, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Eduardo Meditsch, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); Lúcia Araújo, do Canal Futura; Luiz Gonzaga Motta, da Universidade de Brasília (UnB); Manoel Carlos Chaparro, da Universidade de São Paulo (USP); Sérgio Mattos, da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); e Sônia Virgínia Moreira, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Onde pesquisar

Existem alguns endereços que são quase que obrigatórios para nós, jornalistas. Os sites do Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo, da FENAJ - Federação Nacional dos Jornalistas, do Observatório da Imprensa...Mas há um endereço legal pra dividir com vocês: trata-se do www.dominiopublico.gov.br. É um banco de dados gratuito do MEC - Ministério da Educação e, com certeza, uma fonte a mais, confiável, de pesquisa. Aproveitem!