domingo, 24 de maio de 2009

Liberdade de expressão?

Ações contra blogueiros crescem nos EUA

Da Redação do Comunique-se

Ações contra blogueiros são cada vez mais frequentes nos Estados Unidos. De 2003 para 2007 os processos subiram de 12 para 106 em todo o país, informa reportagem do The Wall Street Journal, do dia 21/05.

De acordo com o estudo do Centro Berkman, do grupo Internet e Sociedade da Universidade de Havard, infração de privacidade, direitos autorais e difamação estão entre os crimes mais comuns. Além disso, os blogueiros respondem até por comentários postados em suas páginas.

Mesmo com muitos processos rejeitados pelos tribunais, ou de acordos extrajudiciais, as indenizações pagas pelos blogueiros chegam a US$ 17,4 milhões, de acordo com o Centro de Estudos de Direitos da Mídia, de Nova York.

Com o crescimento da Internet e das redes sociais, as empresas e instituições têm se preocupado em monitorar e rede, e empregam novas tecnologias para acompanhar comentários negativos e infração de direitos autorais.

“Aquilo que antigamente as pessoas escreviam na parede do banheiro hoje pode ser visto por milhões de pessoas”, afirma Sandra Baron, diretora-executiva do Centro de Estudos de Direitos da Mídia e advogada especializada em leis da mídia.