quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Nunca diga nunca....

Professor companheiro é aquele que muda a rotina da sua vida, arruma alguém pra ficar com os filhos e sai com você na estrada, andando quilômetros e mais quilômetros, em busca de uma resposta que, podem acreditar, NÃO VEIO.

Fazer TCC é encantador, para quem gosta de pesquisa e de não se importar em perder algumas “baladas” durante o ano. Mas atenção, escolher o tema não é nada fácil. Depois de ter dois projetos “derrubados”, o meu grupo decidiu seguir a tendência da segmentação e apostar num jornalismo “nada” explorado. Nosso estudo está voltado ao Jornalismo para a Terceira Idade.

Com a falta de bibliografia na área de comunicação, tivemos que apelar para área da saúde, economia, gerontologia e assim por diante. Eis que surge um Encontro na Unesp de Bauru com a finalidade de discutir o idoso na mídia. Depois de algumas conversas, lá fomos nós!

Ao entrar no campus, no último dia 19, meu coração acelerou, e ao mesmo tempo uma sensação de impotência parecia tomar conta de mim. Embaixo de chuva, acreditem, Bauru quase sumiu aquele dia, nós encontramos a sala e aguardamos ansiosas (eu, Ayne e Naiara) pelo início das discussões.

Ao longo das apresentações era nítida a nossa decepção, mestres, doutores, pós doc, tinha de tudo por lá, só não tinha o que fomos procurar. Anos e anos de estudos e pesquisas eram apresentados sem que uma resposta, ou indicação de caminho seguir fosse dado.

Na verdade ir até lá me fez ver que não importa a Universidade em que você estuda, o que interessa é a forma como você o faz. Dedicação é tudo. A nossa professora até tentou nos ajudar, mas ao questionar o resultado da pesquisa de uma das participantes não obteve resposta.

Calmaaaaaa professora, pra quem nunca ganhou nem frango em quermesse, você teve sorte demais. A Ayne foi a primeira sorteada do evento, e ganhou uma bolsa ecologicamente correta com um livro de receitas. Vocês devem estar se perguntando: Mas e ai???

É muito fácil. Pesquisem. A resposta que eu fui procurar, estava o tempo todo a minha frente, nas pilhas de papéis que eu acumulei com as inúmeras pesquisas, livros e estatutos lidos. E a lição que tiramos dessa viagem foi...

Nunca diga nunca, porque nós descobrimos que temos total capacidade de achar os resultados que procuramos por nós mesmos, e a Ayne ainda foi sorteada e ganhou um prêmio super bacana.



Gabriela Saran, acadêmica do 8o. sem noturno do curso de Jornalismo do Centro Universitário Toledo de Araçatuba

Agora deu medo

Queda da exigência do diploma extingue curso de Jornalismo da Facamp

Da Redação do Comunique-se

A Facamp (Faculdades de Campinas), do interior de São Paulo, acabou com o curso de Jornalismo oferecido desde 2002 pela instituição. De acordo com a direção da faculdade, a decisão foi motivada pelo fim da exigência de diploma de jornalismo para o exercício da profissão, medida aprovada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no mês de junho.

“A recente abolição da obrigatoriedade do diploma de jornalista para o exercício dessa profissão impôs a reorientação dos cursos de jornalismo do Brasil”, afirma a nota distribuída aos alunos.

Turmas serão mantidas
A graduação em Jornalismo já foi retirada da página da instituição, que não abriu novas vagas para o vestibular 2010 na área. Apesar da decisão, as turmas atuais serão mantidas até a formação, em 2012.

No comunicado, a Facamp informou que pretende criar um curso pós-graduação em Jornalismo e ressaltou que continuará investindo na área. “A formação de jornalistas de alto nível comprometidos com o interesse público continua sendo um objetivo fundamental desta instituição de ensino”.

O curso oferecido pela faculdade chegou a obter o conceito cinco no Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes) em 2006, o mais alto dado pelo Ministério da Educação. Dados divulgados pelo MEC ontem (31/08), apontam a Facamp como a 12º melhor instituição de ensino superior do Brasil.

A mensalidade da graduação em Jornalismo é de cerca de R$ 2 mil. Com o fim do curso, a faculdade continua oferecendo graduações em Administração, Design, Direito, Economia, Engenharia da Produção, Propaganda e Marketing e Relações Internacionais.