terça-feira, 5 de outubro de 2010

Ainda sobre política, o perfil do Serra

Bruna Bertolino escolheu um perfil do candidato à Presidência da República, José Serra.





Crédito: Do G1, em São Paulo


José Serra, de 64 anos, começou cedo na política. Em 1963, aos 21 anos, já era presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE). No ano seguinte, partiu para o exílio, para escapar da perseguição da ditadura.

No exterior, o tucano enfrentou dificuldades e não conseguiu concluir seus estudos de engenharia. Formou-se em economia, obteve diploma de mestre pela Universidade do Chile e tornou-se professor.

Ainda no Chile, atuou como funcionário da Cepal (Comissão Econômica para América Latina e Caribe), da Organização das Nações Unidas, e, após o golpe de Estado de Augusto Pinochet, em 1973, ficou preso no Estádio Nacional. Foi pereseguido de novo e embarcou para os EUA, onde, mais tarde, obteve doutorado pela Universidade de Cornell.

Retornou ao Brasil em 1978 e, quatro anos depois, participou do governo de Franco Montoro eleito em 1982 pelo PMDB.

Em junho de 1988, sob a liderança de políticos de expressão nacional, como Franco Montoro, Mario Covas e Fernando Henrique Cardoso, ajudou a fundar o Partido da Social Democracia (PSDB).

Em 2002, foi candidato à Presidência República pela coligação PSDB-PMDB. Disputou com Luiz Inácio Lula da Silva o segundo turno da eleição e perdeu. Assumiu a presidência nacional do PSDB no ano seguinte, e, depois, foi eleito prefeito de São Paulo em 2004.

Na Prefeitura impôs um ritmo "obsessivo" de trabalho, de acordo com assessores próximos que ainda servem ao seu sucessor, Gilberto Kassab (PFL-SP).

Em 2006, o candidato José Serra foi eleito governador de São Paulo com 57,93% dos votos válidos, em primeiro turno.



















Nenhum comentário:

Postar um comentário