quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Leitor, o 5o. poder

Existe uma piadinha no meio que me serve de inspiração diariamente: "Médico pensa que é Deus. Jornalista tem certeza".
Essa falta de humildade que cega muitos profissionais da área precisa acabar. Já é fato o 5o. poder: o do público.
Se antes os veículos de comunicação podiam deitar em berço explêndido por fiscalizar o Executivo, o Legislativo e o Judiciário, agora precisam se preocupar com o público que muda o canal, deixa de assinar e está longe de ser fiel mesmo endereço da internet, o que ele busca é aquilo que vá preencher sua necessidade de conhecimento.
Deixou de ser passivo faz tempo, agora quer ser ativo, quer ter voz, ajudar a construir a pauta, o texto, a imagem. Não podia ser diferente em um mundo tão midiatizado.
Pra discutir tudo isso, meus alunos estão pensando 'o espaço do leitor' dos veículos de comunicação. Tentando vivenciar os dois lados, primeiro de público, depois de comunicador antenado às novas tendências.
Seguem os textos opinativos escritos pelos alunos do 4o. semestre de Jornalismo do Centro Universitário Toledo de Araçatuba para os veículos de sua preferência, no último dia 23 de agosto: